Felipe Fernandes

Felipe Fernandes
Felipe, começou na música desde novo por intermédio de seus tios e seu padrinho, a princípio sonhava em ser vocalista, mas no ano de 2003 assistiu o Dvd Live in Texas da banda Linkin Park e ficou encantado com a performance do baterista Rob Bourdon, a partir daquele momento viu que ali era seu destino. Conseguiu com um amigo, um par de baquetas usado em escolas de samba, e ficava tocando no ar, batendo no colchão, mesas e sofás.
Sua primeira bateria era da marca Pinguin, antiga, com aros enferrujados e peles gastas que nem afinação pegava e custou R$ 300,00. Sempre teve em seu coração o desejo de tocar na igreja sem se afastar do Rock.
Com o passar do tempo conseguiu uma bateria melhor e começou fazer aulas, e buscou grandes influências como Joey Jordison, Chad Smith, Mike Portnoy, Rob Bourdon, Maikon Máximo e Danilo Lopes.
Entrou para a Crux Sacra em 2009, logo após participar de um retiro para jovens da Paróquia Santa Teresinha que a banda conduziu, paróquia está que nasceu, cresceu e começou cantando até conseguir sua bateria. Teve participação ativa na mudança de filosofia de trabalho do ministério, deixando de ser uma banda cover para trabalhar músicas próprias. Foi também mediador do primeiro contato da gravadora, que mais tarde lançou o primeiro CD da banda, intitulado Além da Luz.